quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

REPORTAGEM - Caos Over Europe

No passado dia 30 de Janeiro, o Teatro Sá da Bandeira esteve mais uma vez coberto de negro e foi um dos palcos escolhidos pela Tour “Caos Over Europe”, dos veteranos germânicos Kreator. Caliban, Eluveite e Emergency Gate são as bandas que os acompanham nesta tour europeia.
Esta foi sem dúvida uma noite a não perder: as bandas eram de qualidade, o local bonito e agradável, o som estava bom e o ambiente também, muitas caras conhecidas e um excelente convívio. Factos que contribuíram para a lotação ter esgotado e a assistência estar acima das 1000 pessoas. Deslocaram-se de vários pontos do país e até os nuestros hermanos não quiseram perder esta oportunidade.
Os pontos negativos a apontar são o preço da cerveja (2€ consideramos um pouco elevado), alguma falta de segurança no gradeamento junto ao palco (que se fez notar no concerto de Kreator) e a chuva (mas este não pode ser delegado à organização, e sim ao S. Pedro).
Como já é hábito nesta casa e organização as hostes tiveram início à hora marcada. O recinto ainda não estava cheio mas encontrava-se composto.

Às 19h30 os Emergency Gate, banda ainda pouco conhecida entre os presentes, tocavam os primeiros riffs. O novo vocalista Matthias Kupka mostrou todo o seu talento e energia em palco, puxou bastante pelo público e esteve imparável durante os trinta minutos de concerto, onde deram a conhecer o recente álbum «Rewake». Gritava: “Come on Porto, show me your hands!” e “Let’s go”, apelos a que o público correspondia de bom grado. O som é agradável ao ouvido e as partes mais melódicas foram interpretadas na perfeição, fazendo lembrar In Flames ou talvez Killswitch Engage.

A assistência aumentou em número quando os Eluveitie subiram ao palco. Estiveram à altura do que era esperado pelos fãs e mostraram àqueles que os desconheciam que na Suíça também se “faz” bom folk metal. A música apelava à dança e ao headbanging. Os oito elementos em palco interagiam na perfeição. Relembraram alguns temas antigos mas foram músicas do álbum Slania, como “Grey Sublime Archon”, “Ignis Mona” e Slanias Song” que fizeram as delícias dos que atentamente ouviam.

Quando os alemães Caliban entraram em palco ao som de um instrumental o Sá da Bandeira já se encontrava lotado. Apesar de não agradar a muitos, que preferiram refugiar-se junto do bar, fez as delícias de outros. Andreas articulava constantemente com o público “All right Porto, let’s go.”. O público estava ansioso, uns aguardando Kreator outros a característica Wall Of Death. Foi um momento divertido e felizmente moderadamente brutal para os que nela participavam.
Não foi esquecido um merecido aplauso para as restantes bandas e aproveitaram o momento para estrear mundialmente o novo tema “Coma”.

Finalmente entram em palco os senhores da noite, Kreator. Grande parte da assistência estava ali para os ver e para comprovar se ainda mantinham a elevada qualidade que habituaram os metalheads. Penso que todos deram por bem gasto o seu dinheiro pois foi um concerto memorável. Mille Petrozza e restantes elementos mostraram que continuam em boa forma, que ainda dão cartas no que toca ao thrash metal e que conseguem cumprir o seu objectivo – espalhar o caos pelos locais onde passam. (“We have come to play another night of extrem.”)
Relembraram a maioria dos seus êxitos, que eram cantados em uníssono pelo público e enriqueceram o espectáculo com projecção de imagens num ecrã ao fundo do palco, atrás da bateria.
Antes de tocarem o conhecido tema “Pleasure to Kill”, Petrozza contou ao público que um jornalista lhe havia perguntado se ele falava a sério quando dizia nos concertos às pessoas para matar. Ele respondeu que não. Mas revelou que mentiu.
Terminaram com a “Tormentor” passando de fundo imagens antigas de concertos e recortes de jornal.
Não há dúvida que se sentem bem em Portugal e exprimiram “You are the fucking best.”

Set-list
01. Intro: Choir Of The Damned
02. Hordes Of Chaos
03. Warcurse
04. Extreme Aggression
05. Phobia
06. Voices Of The Dead
07. Enemy Of God
08. Destroy What Destrys You
09. Pleasure To Kill
10. People Of The Lie
11. Coma Of Souls
12. The Patriarch
13. Violent Revolution
14. Terrible Certainty
15. Betrayer
16. Amok Run
17. Riot Of Violence
18. Flag Of Hate
19. Tormentor

Texto: Joana Cardoso
Fotos: Adelino Oliveira
Data: 30/01/2009
Sala: Teatro Sá da Bandeira
Local: Porto

Sem comentários: