quinta-feira, 14 de junho de 2012

FEAR FACTORY + DEVIN TOWNSEND PROJECT + SYLOSIS EM PORTUGAL


THE EPIC INDUSTRIALIST TOUR

18 de Novembro - Hard Club - Sala 1 (Porto)
19 de Novembro - Paradise Garage (Lisboa)
Preço dos bilhetes: 23,00 Euros
Abertura de Portas - 19h30
Inicio do Espectáculo - 20H30

Há muitos músicos que se gabam de ser inovadores, mas poucos são os que geram consenso quando o dizem ou, sequer, que podem afirmá-lo em público sem correrem o risco de ser recriminados. Os FEAR FACTORY são uma honrosa exceção a essa regra, revolucionários num universo em que a repetição é recorrentemente confundida com talento. Criadores e pioneiros do cyber metal como sub-género da música extrema, foram uma das primeiras bandas a misturar o peso castigador do death metal com a dureza fria dos samples e da eletrónica industrial, dando origem a uma paleta sónica suficientemente variada para poderem expressar a sua visão sombria e pessimista da sociedade, totalmente dominada pela tecnologia, em que vivemos hoje. Uns longos seis anos depois de ter passado pela última vez por Portugal para um explosivo concerto na Incrível Almadense, o grupo vai estar finalmente de regresso a Portugal nos dias 18 e 19 de Novembro, para subir ao palco do Hard Club e do Paradise Garage. Com o novíssimo «The Industrialist» para mostrar e temas clássicos como «Martyr», «Replica» ou «Self Bias Resistor» no fundo de catálogo, Burton C. Bell, Dino Cazares e companhia estão mais que habilitados a mostrar porque é que, duas décadas depois do lançamento de «Soul Of A New Machine», continuam a ser vistos como uma das propostas mais inovadoras no mundo da música extrema.

Os FEAR FACTORY não chegam a Portugal sozinhos e, desta vez, trazem consigo uma das mentes mais brilhantes da geração de músicos que influenciaram. Das humildes origens como jovem headbanger na cidade de Vancouver, no Canadá, até atingir a sua atual posição como uma das figuras mais admiradas e influentes no universo do metal e do rock progressivo, Devin Townsend – como artista a solo, produtor de exceção ou timoneiro dos Strapping Young Lad – tem encarnado várias personagens e construído um percurso sem momentos mortos, dividindo-se entre uma imensidão de projetos que lhe têm permitido exorcizar os seus demónios interiores e transformá-los em música que é, ao mesmo tempo, intrigante e desafiadora. Do peso de «City» e «Physicist» ao ecletismo de «Ghost» e ao prog eufórico de «Synchestra» ou «Terria», ao longo das últimas duas décadas este homem da renascença do Séc. XXI tem trocado sucessivamente de pele como se de um camaleão se tratasse, surpreendendo e adaptando-se aos tempos com a batida do seu coração a impor o ritmo. «Epicloud», o novo registo sob a designação DEVIN TOWNSEND PROJECT, tem edição agendada para o mês de Setembro e é a mais recente entrada num catálogo fascinante.

A união entre estes dois nomes não poderia fazer mais sentido – os FEAR FACTORY tiveram um papel crucial quando o músico canadiano decidiu criar os Strapping Young Lad. E Townsend não é caso raro quando se trata de citar a banda californiana como influência. A sua abordagem inovadora à fusão de géneros aparentemente díspares como o death metal e o industrial fez com que, desde a edição do seu disco de estreia em 1992, tenham tido um impacto muito significativo no universo da música extrema. Rob Flynn, dos Machine Head, e Mark Hunter, dos Chimaira, são outros dois músicos que admitem a influência do grupo. Peter Tägtgren, dos Hypocrisy, já confessou que foram a sua principal fonte de inspiração no momento de criar os Pain e Bill Ward, elemento fundador dos venerados Black Sabbath, diz que são um dos grupos com que mais gostaria de tocar. De resto, nomes recentes como Mnemic, Scarve, Sybreed ou Threat Signal devem-lhes total reverência e, se Burton C. Bell e Dino Cazares não tivessem um dia decidido fazer música juntos, provavelmente não existiriam. Feitas as contas, não são muitos os músicos que podem dizer que tiveram um impacto assim tão forte numa tendência.

Sem comentários: